Quem sou eu

Minha foto
São Carlos (cidade natal), SP, Brazil
Sou formada em Psicologia pela UFU em 1996, fiz Aprimoramento Profissional em Psicologia Hospitalar pela PUC/Camp em 1998, formação de Educadora Perinatal pelo Grupo de Apoio à Maternidade Ativa em 2004, e Curso de Extensão em Preparação Psicológica e Física para a Gestação, Parto, Puerpério e Aleitamento pela UNICAMP em 2006, onde,neste mesmo ano, participei da palestra "Dando à luz em liberdade - Parto e Nascimento como Evento Familiar" com a parteira mexicana Naolí Vinaver Lopez. O que é uma doula? Aquela que serve (ajuda)outra mulher durante o trabalho de parto. Gosto de pensar a doula como acompanhante facilitadora. E o que é educadora perinatal? Aquela que tem formação para dar cursos para gestantes, falando sobre as mudanças no corpo da gestante, desenvolvimento do feto, parto, amamentação, puerpério e primeiros cuidados com o recém-nascido. Atualmente morando em São Carlos/SP. Contato: vaniacrbezerra@yahoo.com.br (16) 99794-3566 (16)34137012

sábado, 14 de janeiro de 2017

Tornei-me doula...

Tornei-me doula para que histórias assim não mais se repetissem.

Tornei-me doula para mudar o mundo começando pela forma pela qual se chega ao mundo.

Tornei-me doula para ver mulheres sendo respeitadas e bebês sendo bem acolhidos

Acredito que o amor e o respeito profundo pelo nascimento influencia o vínculo entre mãe e filhos

Acredito que não é determinante - não é uma equação matemática onde o resultado será sempre o mesmo

Mas que fará o resultado pender para um lado ou para o outro.

Lembro de uma reportagem no programa dominical noturno de maior audiência no Brasil

Que falava sobre como mulheres e bebês são tratados no Brasil.

Terminou assim: "felizmente a maioria consegue se recuperar das violências sofridas".

Tornei-me doula porque essa frase me comoveu

E eu tinha 7 anos.

Tornei-me doula porque minhas duas irmãs foram mal tratadas durante os nascimentos de suas filhas.

Tornei-me doula porque eu mesma estava sendo encaminhada para intervenções desnecessárias.

Tornei-me doula porque esse não é o mundo onde eu queira ver minhas sobrinhas e meu filho crescendo.

E quando eu quero uma coisa, eu faço! E você?

Leia esta postagem da Sherazade e saiba como algumas coisas continuam acontecendo na maioria das maternidades do Brasil.

Ser presente